PRIMEIRA PÁGINA | FOTOGRAFIA | SÉRIES | TWITTER | FACEBOOK
Destaque Quitandas e a volta aos tempos românticos Thiago Schwartz


Blog •

quarta-feira, julho 22, 2009

As aparências enganam

*Eduardo Daniel | www.twitter.com/eduardosdaniel

Pense em um Estado em que um governador por três vezes e senador outras três, tenha, em sua homenagem, seu nome perpetuado em colégios, aeroporto, avenidas, ruas, praças, estádio, museu, ponte, distrito, palacete, time de futebol e até ponto de táxi.

Maranhão e o coronelismo retardário da família Sarney? Não! Santa Catarina e seu ex-governador Hercílio Luz.

Hercílio Pedro da Luz nasceu na ainda Desterro. Ele mesmo alterou o nome da capital catarinense para Florianópolis, uma corruptela que faz referência ao ditador Floriano Peixoto, o Marechal de Ferro, então presidente da República, com pouca aceitação na Ilha de Santa Catarina, que por pouco não se chamou Ondina (deusa protetora dos mares).

Eu iria mais longe, no vale fértil da imaginação, e penso que por pouco ela não se tornou Hercílio Luz, dado ao notável magnetismo que seu filho ilustre tinha para batizar pontes, times de futebol e afins.

Entre as inumeráveis diferenças de Sarney e Hercílio Luz está o apreço em dar cobertura a parentes, amigos e agregados. O Barriga Verde teve 14 filhos e apenas dois, Abelardo Venceslau da Luz (o município de Abelardo Luz, em Santa Catarina, é em sua homenagem) e Alfredo Felipe da Luz, seguiram o caminho da política, sem os atos secretos vergonhosos do atual presidente do senado que apadrinha um verdadeiro mundo de gente do Maranhão.

Em tempo, uma pequena lista que eterniza o falecido governador catarinense:

Uma ponte, um aeroporto, uma praça, uma casa de campo, um palacete, uma avenida e um ponto de táxi em Florianópolis; uma praça em Blumenau; um museu em Rancho Queimado; um distrito em Araranguá; o estádio do Marcílio Dias e uma rua em Itajaí; uma rua em Lages; uma rua e uma escola municipal rural em Criciúma; um time de futebol e uma escola estadual em Tubarão.

Se alguém souber de algo mais, agradeço a informação!

2 comentários:

Anônimo disse...

vi no site da UFSC que chegando a cavalo, doou vários hectares de terra à imigrantes italianos no Sul do Estado, sem mencionar prazos;
- participou de fuzilamentos de praças paranaenses na guerra do Contestado
- foi omisso num assassinato ocorrido com jornalista Crispim, ex-gerente de jornal de sua propriedade.

parei por aqui. é tanta bandalheira que está debaixo do tapete que me dá nojo.

Thiago Preco Schwartz disse...

Eu estudei no Hercílio Luz \o/

(notaram como eu estou ligado a cada fato que é noticiado pelo blog? auhauhau)

Postar um comentário

 

CONTATO
Colaboradores Ana Carla Teixeira, Anderson Paes, Camila Rufine, Carlos Karan, Deyse Zarichta, Eduardo Daniel, Emanuela Silva, Emanuelle Querino,
Emmanuel Carvalho, Fabiano Bordignon, Fabrício Espíndola, Francine de Mattos, Gabriel Guedes, Germaá Oliveira, Guilherme Marcon, Isabel Cunha, Kellen Baesso, Manuela Prá, Patrícia Martins, Thiago Antunes, Thiago Schwartz, Tiago Tavares, Valter Ziantoni,Van Luchiari, Vanessa Feltrin, Vitor S. Castelo Branco, Viviany Pfleger

©2010 GeloEmMarte.com Todos os direitos reservados. As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seus respectivos autores.